domingo, 9 de junho de 2013

Fato...

terça-feira, 4 de junho de 2013

Ide!...




"E logo Jesus, conhecendo que a virtude de si mesmo saíra, voltou-se para a multidão, e disse: Quem tocou nas minhas vestes?
E disseram-lhe os seus discípulos: Vês que a multidão te aperta, e dizes: Quem me tocou?"(Marcos 5:30-31)

Essa pergunta "QUEM FOI QUE ME TOCOU?" ocorre quando Jesus, apertado por todos os lados pela multidão que o seguia,rumava para a casa de Jairo, um dos principais da sinagoga, que tinha uma filhinha à beira da morte.

Humanamente falando, era impossível saber, especificamente, quem, de entre aquela multidão, tocara em Jesus, tantos eram os toques, os empurrões, os pedidos que eram dirigidos ao Mestre da Galileia.

Mas Jesus sabia perfeitamente que alguém, muito especial, muito sofrida e desiludida do mundo, Lhe tinha tocado, com um coração cheio de fé e esperança nos poderes do Senhor.

Jesus fez a pergunta apenas para que esse alguém perdesse todos os seus temores e assumisse ousadamente que tinha tocado em Jesus, com um propósito e que já estava curada da doença que a tinha afligido durante doze anos. Ela pensava que Jesus nunca descobriria, mas o Mestre sabia que tinha saído Dele virtude,poder curativo e graça salvadora para alguém daquela grande multidão.

Posta perante a questão e a bênção recebida, a mulher identificou-se, prostrando-se aos pés do Senhor Jesus, adorando-O e contando-Lhe toda a verdade.
Jesus quer que nós sejamos salvos assumidos e que anunciemos o milagre da nossa salvação.
Esse é um dever de cada cristão - contar o que Jesus fez na sua vida.

Não sejais infiéis e mal agradecidos.
Ide!
Anunciai pelo mundo inteiro que Jesus é Senhor e também o teu amado Salvador.

"Vai para tua casa, para os teus, e anuncia-lhes quão grandes coisas o Senhor te fez, e como teve misericórdia de ti".
(Marcos 5:19)

Deus te abençoe!

domingo, 2 de junho de 2013

Oração perseverante...




"Ó Deus, não estejas em silêncio;
não te cales,nem te aquietes,ó Deus,
Porque eis que teus inimigos fazem tumulto, e os que te odeiam levantaram a cabeça".(Salmos 83.1-2)

O Senhor virá em breve.
Impiedade e rebelião,violência e crime espalham-se por todo o mundo.
Os clamores dos que sofrem e dos oprimidos sobem a Deus, pedindo justiça.
Em vez de serem abrandados pela paciência e benignidade de Deus, os ímpios se fortalecem em obstinada rebelião.
O tempo em que vivemos é de grande depravação.
Os homens rejeitam a lei de Deus como sendo indigna de atenção.

Um momento de demora nos foi graciosamente concedido por Deus.
Todas as capacidades que o Céu nos empresta devem ser usadas para fazer a obra que nos foi designada pelo Senhor, em favor dos que perecem na ignorância.
A mensagem de advertência deve soar em todas as partes do mundo.
Não deve haver demora.
A verdade tem que ser proclamada nos recantos escuros da Terra. Os obstáculos têm que ser enfrentados e transpostos.
Uma grande obra deve ser feita, e essa obra é confiada aos que conhecem a verdade para este tempo.

Como faremos essa grande obra?
Agora é a ocasião de fazermos uso de nossa força.
A oração!
"Chorem os sacerdotes,ministros do Senhor,entre o alpendre e o altar e digam:
Poupa o Teu povo, ó Senhor, e não entregues a Tua herança ao opróbrio" (Joel 2.17).
Deus sempre operou em favor da Sua verdade.
Os desígnios dos ímpios, dos inimigos da igreja são sujeitos ao Seu poder e Sua soberana providência.
Ele pode tocar o coração de estadistas;a ira dos que odeiam Sua verdade e Seu povo pode ser desviada, assim como as águas de um rio, se assim o ordenar.

"Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.
Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao SENHOR, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar".(Isaías 55.6-7)

Deus te abençoe!